Geração própria solar no Programa Minha Casa Minha Vida ajuda a aliviar custos dos mais pobres, com sustentabilidade, celebra ABSOLAR

In Canto do Joca On
Para a entidade, decreto assinado em 28.6, que destinará R$ 3 bilhões para a geração própria solar em 500 mil unidades do programa, reduz despesas da população de baixa renda com energia elétrica e fortalece a transição energética no País

O decreto assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pelos ministros de Minas e Energia, Alexandre Silveira, e das Cidades, Jader Filho, em 28.6, que prevê a destinação de R$ 3 bilhões para a instalação de sistemas fotovoltaicos nas unidades do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), representa um grande avanço para a democratização do acesso à energia elétrica limpa, renovável e competitiva para os consumidores de baixa renda, reforçando a sustentabilidade e a contribuindo para a justiça social no País.

A avaliação é da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR). Para a entidade, os recursos, que sairão do Orçamento Geral da União para viabilizar, num primeiro momento, 500 mil unidades do PMCMV, terão papel estratégico na redução da conta de luz da população de baixa renda, bem como aliviarão o orçamento dos mais pobres e ainda vão contribuir para fortalecer a transição energética no País.

Para Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR, a medida é um pleito histórico da entidade junto às autoridades públicas. “A geração própria solar no PMCMV fortalece e democratiza o uso de fontes renováveis no País. Ao mesmo tempo, traz mais investimentos, mais empregos verdes e mais renda aos trabalhadores, aquecendo a economia local, reduzindo impactos ambientais e aumentando a conscientização ambiental da população”, aponta Koloszuk.

Já Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR, destaca que a inclusão de sistemas fotovoltaicos no PMCMV proporciona uma redução de até 70% na conta de luz dos beneficiados, aliviando o orçamento da população mais vulnerável economicamente. “Cada real que uma família de baixa renda deixar de gastar para pagar a conta de luz no final do mês poderá ser usado para melhorar sua alimentação, saúde, educação, transporte e qualidade de vida. Isso faz muita diferença na vida das pessoas, especialmente de quem ganha menos, pois cada real conta. Por isso, a inclusão da geração própria solar no PMCMV é um grande avanço em prol de mais equilíbrio e justiça social no País”, conclui Sauaia.

Sobre a ABSOLAR

Fundada em 2013, a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) é a entidade do Brasil que reúne todos os elos da cadeia de valor da fonte solar fotovoltaica e demais tecnologias limpas, incluindo armazenamento de energia elétrica e hidrogênio verde.

Com associados nacionais e internacionais, de todos os portes, a entidade é fonte de informação e articulação em prol da transição energética sustentável do Brasil.

You may also read!

Consumidor do Itapark Velho, Mauá, ganha R$ 1 milhão com a Nota Fiscal Paulista

Entidades assistenciais de Limeira, Araçatuba, São Sebastião, São Paulo e Santos levam prêmio de R$ 100 mil do Programa

Read More...

Morando determina revitalização do Mercado Municipal do Rudge

Ato nesta sexta-feira (12.7) marca o início imediato das obras; investimento é na ordem de R$ 643 mil O prefeito

Read More...

 Mais de 150 prefeituras paulistas já aderiram ao Integra Resíduos

Inscrições terminam em outubro. Programa promete melhorar a gestão de resíduos sólidos por meio da regionalização via consórcios intermunicipais O

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu