E-BUS elétrico da Eletra, de São Bernardo, começa a rodar em Porto Alegre em 2024

In ABCD, Canto do Joca, Economia On
Fotos: Divulgação

A Prefeitura de Porto Alegre apresentou neste sábado (16.12), no estacionamento ao lado da Banda da Saldanha, o ônibus 100% elétrico e-Bus 12,1m Eletra, que começará a circular a partir de 2024.

O gerente comercial da Eletra, Silvestre de Sousa, participou do evento com o prefeito Sebastião Melo, o secretário de Mobilidade Urbana, Adão de Castro Júnior, e executivos da Caio, parceira da Eletra.

“Já são 245 ônibus entregues à população pela nossa gestão. Modernizamos a frota com a tarifa congelada. Adicionalmente, demos início ao projeto-piloto para implementação dos veículos elétricos na Capital. Uma cidade que quer ser referência em sustentabilidade precisa investir em um transporte coletivo que zere a emissão de poluentes no longo prazo”, disse, em resumo, o prefeito Sebastião Melo.

O e-Bus é, em primeiro lugar, um veículo elétrico totalmente fabricado no Brasil.

Tem, em suma, tecnologia de tração elétrica Eletra, carroceria Caio, chassi Mercedes-Benz e motor elétrico e baterias WEG. E zero emissão de poluentes.

Testes

Com pintura personalizada em verde e lilás e o símbolo da cidade, o Laçador, o e-Bus Eletra começará, por exemplo, um período de testes.

Após esse período, deverá, portanto, entrar em circulação nas ruas de Porto Alegre a partir de fevereiro.

O veículo foi selecionado, acima de tudo, depois de um chamamento público lançado pela Prefeitura.

Participaram do evento, além disso, representantes da Prefeitura, da Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP), empresas de transporte coletivo e dirigentes das empresas parceiras na produção do e-Bus.

Segundo a Prefeitura, o e-Bus Eletra deverá realizar, em suma, 66 viagens diárias, operando a Linha 520.3 – Triângulo/24 de Outubro/Auxiliadora, que liga a Zona Norte da cidade até a região central.

A linha foi definida pela Secretaria de Mobilidade de Porto Alegre, gestora do transporte coletivo municipal.

ZERO EMISSÃO
Ao introduzir veículos elétricos no transporte municipal, a Prefeitura visa a eliminar a poluição produzida por motores a diesel dos ônibus convencionais, com o gás carbônico (CO²), fator importante no aquecimento global, e óxidos de nitrogênio (NOx) e material particulado (MP), prejudiciais à saúde humana.

“Essa iniciativa da Prefeitura, ao receber os nossos ônibus e começar a eletrificar a frota, além de melhorar a vida das pessoas, faz com que o planeta Terra agradeça a Porto Alegre pela diminuição da emissão de CO²” – disse Silvestre de Souza, gerente comercial da Eletra.

O e-Bus Eletra 12,1m é um veículo produzido em São Bernardo, com tecnologia 100% nacional.

Tem capacidade para 70 passageiros, ampla acessibilidade, ar-condicionado, wi-fi e espaço para cadeirantes.

A autonomia da bateria chega a 250 km.

Lançamentos

A nova linha de ônibus elétricos Eletra é o resultado de uma parceria estratégica com algumas das principais indústrias brasileiras de transporte público.

Algumas delas, como WEG e Caio, são empresas nacionais. Outras, como Mercedes-Benz e Scania, são multinacionais instaladas há décadas em território nacional.

  • e-Bus 10m – Midi (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG).
  • e-Bus 12,1m – Básico (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio, motores elétricos
  • e-Bus 12,8m – Padron (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG);
  • e-Bus 15m (chassi Scania, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG);
  • e-Bus 21,5m – Articulado (chassi Mercedes-Benz, carroceria Caio e motores elétricos e baterias WEG);
  • e-Trol – Ônibus elétrico produzido especialmente para operações em vias segregadas e BRT (Bus Rapid Transit), com catenárias para recarga de baterias durante o trajeto e ampla autonomia sem contato com a rede aérea.

História

Nascida e instalada desde 1999 em São Bernardo do Campo, a Eletra é uma empresa 100% brasileira.

Faz parte, por exemplo, de um grupo empresarial com mais de um século de experiência em transporte público na Grande São Paulo.

A Eletra produz ônibus elétricos a bateria e trólebus e presta serviços de retrofit (conversão de veículos diesel a elétricos).

É, acima de tudo, uma empresa pioneira no Brasil em tecnologia de tração elétrica para transporte público e de carga.

Produziu, da mesma forma, o primeiro ônibus elétrico híbrido operacional do mundo (1999), o primeiro ônibus híbrido elétrico Padron (2001), fabricou o primeiro trólebus brasileiro (2002) e o primeiro ônibus 100% elétrico do Brasil (2013), entre outros produtos.

Em 2018, em Resende (RJ), participou diretamente da produção dos primeiros protótipos do e-Delivery, o caminhão elétrico mundial da Volkwagen/MAN.

Em 2022, transferiu sua produção, além disso, para uma ampla unidade industrial de 27 mil m², às margens do km 16 da Via Anchieta, em São Bernardo.

Na nova fábrica, a Eletra produzirá 1.800 ônibus elétricos/ano, ou 150/mês, podendo ampliar essa capacidade, em conclusão, em até 50%, conforme a demanda.

You may also read!

Prefeitura atende cerca de 200 pessoas no mutirão de prótese odontológica em Diadema

Ação mobilizou, em primeiro lugar, equipe de 50 profissionais de três áreas: Centro de Especialidades Odontológicas, Quarteirão da Saúde

Read More...

Mais de 700 trabalhadores encaminhados para processos seletivos no 3º Feirão do Emprego de Mauá

Apenas uma indústria, no Sertãozinho, selecionou, acima de tudo, mais de 10 currículos de candidatos para entrevistas ao longo

Read More...

AME Mauá reduz pela metade taxa de absenteísmo

Ações de matriciamento e aproximação com a Regulação Municipal causaram queda de 25% para 13% no índice de faltas

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu