Morre o líder da primeira greve no regime militar

In Canto do Joca On
- Updated

Gilson Luiz Correia Menezes nos deixa neste domingo (23/2/2020), aos 70 anos. Muitos vão lembrar que ele foi o primeiro prefeito do PT na história, eleito em 1982, mas o seu grande marco enquanto líder é muito maior que isso: Gilson Menezes, ferramenteiro, desafiou a tudo a todos, a lei, o regime militar, a ameaça de repressão e principalmente a Lula, então presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema, ao organizar e comandar a primeira greve operária depois de 10 anos de vigência do temido AI-5, o Ato Institucional mais inconstitucional de que sem tem notícia. Gilson comandou a greve da Scania em 78, e promoveu, de fato e de direito, o despertar de um sindicalismo combativo que dormia no berço esplêndido das receitas fáceis do momento, fruto do peleguismo dominante à época.

Entrevistei Gilson em 2008, quando a “paralisação” (como ele falava em 78) da Scania completava 30 anos. Paralisação porque os operários avaliavam que a palavra greve naquele tempo poderia ensejar uma reação mais dura da ditadura. Lula era presidente reeleito, e nem dava bola para o antigo líder e “companheiro”. Esse vídeo foi gravado sob direção do grande José Ricci, para a Rede Brasil de Televisão, e deve encontrar-se em seus arquivos. Nele, Gilson conta que a ferramentaria da Scania pegou Lula de surpresa quando, na madrugada daquele 12 de maio de 1978, ele ligou para o presidente do sindicato e anunciou: “A ferramentaria parou!”. A resposta de Lula foi raivosa: “Puta que o pariu, isso vai dar merda. Não podia ser assim, agora. Precisa de um mês para organizar…” E Gilson rebateu: “Se demorasse um mês para organizar, isso iria vazar e os ‘home’ impediriam a greve”.

Bem, se a ferramentaria, elite da fábrica, tinha parado, seria mais fácil convencer o resto da peãozada, como contou Gilson naquela entrevista, gravada no Bar da Rosa, ao lado da sede do sindicato, e na qual foram ouvidos ainda Janjão, Expedito Soares, Djalma Bom, Nelson Campanholo, Mané Anísio e outros. Gostaria de poder rever esse vídeo hoje.

De resto, falar que Gilson foi o primeiro prefeito pelo PT (contra sua vontade, lembre-se), que depois rompeu com a sigla e ganhou pela segunda vez Diadema pelo PSB em 1996, que concedeu inúmeras entrevistas há cerca de quatro anos dizendo sentir vergonha pelo rumo do PT, tudo isso é muito pouco perto do que ele representa na história da classe operária. Gilson nos deixa, mas deixa acima de tudo um grande legado.

Imagem da greve de 1978 na Scania

You may also read!

Nove ônibus zero, acessíveis, com ar-condicionado e wi-fi renovam frota do transporte público de São Caetano

São Caetano tem, em primeiro lugar, Tarifa Zero, transporte público gratuito, desde novembro de 2023. E agora, além disso, os

Read More...

Mais de 400 entidades de todo o Estado participam da Audiência Pública promovida pela Deputada Carla Morando e MACF

Mais de 400 entidades participaram da Audiência Pública para discutir o Programa Nota Fiscal Paulista, promovida pela deputada estadual

Read More...

Morando sanciona lei que torna obrigatória presença da GCM nas escolas municipais

Medida pioneira, criada pela Prefeitura de São Bernardo em abril de 2023, visa garantir a segurança na comunidade escolar

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu