Felipão faz aniversário e visita Auricchio no Cerâmica

In ABCD, Canto do Joca, Esportes On
Felipão e Auricchio: conversa animada no Gabinete. Fotos: Eric Romero / PMSCS

Joaquim Alessi

Ainda com um galo na cabeça após a derrota por 3 a 0 para o Flamengo na véspera, o prefeito José Auricchio Júnior recebeu outro galo.

Mas, no caso, alguém mais próximo, ídolo à época em que dirigiu o Palmeiras: Luiz Felipe Scolari, o Felipão, esteve nesta quinta-feira (09.11) no Palácio da Cerâmica.

A visita ilustre do pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002, ídolo de Grêmio e Palmeiras, hoje no Atlético Mineiro, foi motivo de festa.

“É uma honra receber o Felipão, ainda mais no dia de seu aniversário (o treinador completa 75 anos nesta quinta). Um encontro muito especial”, afirmou, em resumo, Auricchio.

O chefe do Executivo agradeceu Scolari por tudo o que ele fez pelo futebol brasileiro e pelo Palmeiras, seu time de coração.

Felipão elogiou a infraestrutura da cidade. O treinador comanda o Galo no jogo contra o Corinthians, hoje, às 19h, na Neo Química Arena.

O consultor técnico do São Caetano, Jorge Machado, e o secretário municipal de Esportes, Lazer e Juventude, Mauro Chekin, também participaram do encontro.

História com o Azulão

A história de Felipão com o Azulão tem mais de 20 anos.

Em 24 de julho de 2002, eu estava no Paraguai para acompanhar o jogo da ida da final da Libertadores.

Viajei com a delegação, a convite do então prefeito Luiz Tortorello, e estava no hotel, no meio da tarde, quando alguém bateu no ombro.

“Tu sabes onde está acontecendo a preleção do São Caetano?”, perguntou.

Olhei para trás e levei um susto com a estatura de quem perguntava. Nada menos que o próprio Felipão, que tinha acabado de ser campeão do mundo com Seleção Brasileira, no Japão.

Meio que gaguejado, só indiquei a ele a porta do salão do hotel, onde eu, por óbvio, não poderia entrar naquele momento.

Ele explicou que fora chamado para, por exemplo, dar aquela força aos jogadores a pedido do técnico Jair Picerni.

Deu mais do que certo, em conclusão, pois o São Caetano venceu no lotadíssimo e perigoso Defensores Del Chaco, por 1 a 0, gol de Aílton.

Mas, perdeu, uma semana depois, no jogo e nos pênaltis, no Pacaembu, e ficou vice da Libertadores, o que é um grande feito.

Esse, portanto, é o Felipão que visitou Auricchio no dia de seu aniversário.

Parabéns, Mestre!

A impressão é que nessa foto Felipão estivesse lembrando a Auricchio: “O Palmeiras não tem mundial”.

 

 

 

 

You may also read!

Prefeitura atende cerca de 200 pessoas no mutirão de prótese odontológica em Diadema

Ação mobilizou, em primeiro lugar, equipe de 50 profissionais de três áreas: Centro de Especialidades Odontológicas, Quarteirão da Saúde

Read More...

Mais de 700 trabalhadores encaminhados para processos seletivos no 3º Feirão do Emprego de Mauá

Apenas uma indústria, no Sertãozinho, selecionou, acima de tudo, mais de 10 currículos de candidatos para entrevistas ao longo

Read More...

AME Mauá reduz pela metade taxa de absenteísmo

Ações de matriciamento e aproximação com a Regulação Municipal causaram queda de 25% para 13% no índice de faltas

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu