O Metrô de São Paulo

In Artigo On
- Updated

mídia regional 

Fico boba, para não dizer inconformada, ao ver e ouvir como os jornais regionais diários, matutinos, do meio dia e também os vespertinos falam mal do Metrô, da CPTM e do poder público municipal na Grande São Paulo. O governo estadual também não escapa das críticas ferozes e insistentes dos repórteres e âncoras desses jornais falados e escritos. Os comentários e os falatórios se tornaram tão desagradáveis que já não assisto mais a esses noticiários. É irritante! Só veem e ressaltam o negativo e a população nunca tem culpa de nada, só o poder público. 

Será!!!???

A mídia autêntica é “imparcial

Os transmissores dos jornais bem que poderiam se ater a dar a notícia e pronto, mas eles se acham no direito de falar mal e censurar de modo ostensivo tudo o que é da prefeitura e do estado. Para quem está do outro lado da tela e não tem um microfone na mão, dá a entender que esses jornalistas “perfeitos” são donos da verdade e têm a patente da coisa certa. Esses ilibados bem que poderiam se candidatar a prefeito, vereador, governador porque eles iriam solucionar todos os problemas de infraestrutura e outros…

Por que será que eles não se candidatam? 

É fácil falar quando se tem o microfone à disposição, achando-se no direito de condenar e criticar tudo. Mesmo quando admitem algo certo,sempre precisam acrescentar o “mas”, dando a entender que nunca estão satisfeitos com nada. Posso ser radical, mas dá a impressão de que a mídia se posiciona como rival, oponente e até inimiga do poder público. 

É só impressão, né? 

A meu ver, deveriam caminhar juntos pelo bem da população e não provocar ódio, descrença e indiferença entre as pessoas. A política faz parte de nossas vidas e não pode jamais ser ignorada. A política em si é neutra, uma ciência apenas. O modo como se exerce a política, sobretudo aqui no Brasil, aí sim, é outra história. Não é caso de fomentar ou aprofundar esse assunto agora. 

Formar a opinião pública 

Os jornalistas e âncoras são grandes formadores da opinião pública. Eles sabem disso! Deveriam, pelo menos, se ocupar mais em bater na tecla de que o maior culpado por enchentes e entupimentos, por exemplo, é a população e não só a prefeitura. Sem falar que, muitas vezes, os defeitos, problemas e travamento nos trens e metrôs são por causa do mal uso do cidadão/ã que não sabe cuidar daquilo que é seu.

Se os formadores de opinião fossem mais contundentes em orientar a população que está cada vez mais sem educação e sem cultura, o resultado poderia ser outro. Sinto em dizer isso, mas é verdade: 

Somos um povo mal educado!

Isso a gente constata nos lixos que o rio Tietê acabou de vomitar nas últimas enchentes. E quanto lixo! É vergonhoso! Constatamos também a deseducação no trânsito. É pedestre que não atravessa na faixa nem por decreto. É motorista que não para na faixa de pedestre ou que avança o sinal vermelho…

Nunca se falou tanto em respeito e nunca se viu tanto desrespeito com as leis de trânsito e com o ambiente em que se vive. A civilização ainda não chegou entre nós e parece que não está perto de chegar.

A falta de educação no trânsito e a sujeira nas ruas, para mim, é o pior, ou seja, o mais fiel retrato da nossa falta de educação. Incluo-me, sim, como brasileira e como povo que sou, mas eu não jogo lixo na rua de jeito nenhum! E só atravesso na faixa de pedestre e nas passarelas. Em primeiro lugar, é preciso preservar a própria vida e depois a do próximo.  

O Metrô e a CPTM

Do metrô, os âncoras dos jornais falam bem mais. Sempre negativamente. Só ressaltam os problemas e os defeitos. Falam e incitam os telespectadores a só observarem os pontos negativos.É um exagero. Chega a causar indignação. Dessa maneira, tornaram-se antipáticos e chatos. Volto a dizer: não assisto mais. Mudei de canal por opção. Para não ficar sem as notícias do dia, ligo o rádio e seleciono a estação preferida. Adoro! Ou leio pela Internet. O que não falta hoje é veículo de comunicação. Notícia chega de todo lado.

O Metrô de São Paulo é maravilhoso

Quero dizer mesmo é que, como moradora do Grande ABC, também sou usuária da CPTM e do Metrô. Fico maravilhada como tudo flui e funciona tão bem. Chego a parar no meio do vai e vem da multidão só para admirar…

As engrenagens, os ruídos, as portas que abrem e fecham no sinal programado, os sinais sonoros, os trilhos, as estações com suas grandiosas estruturas de concreto, as escadas rolantes e as normais que até ajudam a queimar umas caloriazinhas a mais, as setas, os letreiros, toda a sinalização que é excelente. É muito bom, rápido e prático circular no Metrô de São Paulo.

Ninguém se perde. Não tem como se perder. Mesmo assim, se alguém novato ou de fora de São Paulo se perde é só se informar. Há postos de informações, há seguranças e funcionários sempre à disposição. As funcionárias da limpeza também são muito atenciosas e ajudam os transeuntes apressados. Até porque os próprios funcionários também sãousuários!

Numa organização grandiosa, é impossível, vez ou outra, não ocorrer algum problema ou disfunção, mas logo tudo se resolve. É um mutirão de funcionários envolvidos e dispostos a ver tudo funcionando normalmente.

Problemas pontuais, num mecanismo complexo, são razoáveis.

O que se passa no Metrô de São Paulo 

Do metrô, do que se passa nos vagões, do ir e vir de uma multidão focada e apressada desde a madrugada até à meia-noite, se pode dizer muuuuuitacoisa. Nos horários de pico, isto é, de manhã cedo e à noitinha, os espaços ficam tão lotados de gente, quase pior que um formigueiro assustado. Quem já viu um formigueiro sendo cutucado por uma vara de madeirasabe bem do que estou falando, e se nunca viu, nem precisa ver, basta ir a alguma das estações centrais do Metrô de São Paulo nesses horários e irá perceber a realidade.

Desse mundo de gente que se concentra nas estações do Metrô, da CPTM e também nos pontos de ônibus acontece muita coisa, comenta-se de tudo… Ah, se os vagões falassem!!!…

Não é meu intuito descrever o que se passa, mesmo porque seria impossível, ou eu teria que viajar todos os dias, o dia inteiro de metrô, trem e circular, com caneta e papel na mão, para conseguir registrar tudo ou quase tudo a meu redor. O que desejo mesmo é realçar o ótimo funcionamento desse nosso mega condutor de passageiros: o Metrô de São Paulo.

As pessoas idosas usuárias do Metrô

Quero também relatar o seguinte: já é realidade conhecida de todos que a população mundial e, obviamente, a brasileira, está envelhecendo. Isso leva a diversas reflexões, no entanto, uma coisa boa é verdadeira: as pessoas estão vivendo mais e com melhor qualidade. 

Hoje em dia é muito comum você se deparar com pessoas idosas nas estações do Metrô e da CPTM, nos pontos de ônibus e nas rodoviárias. Até porque são aposentadas, já deram e ainda dão a sua contribuição pública. Merecem passear e desfrutar das coisas boas da vida. Isso mostra que as pessoas idosas estão bem, têm disposição e adoram viajar. Haja vista as mais diversas excursões da melhor idade que são promovidas e fomentadas atualmente. 

Duas idosas que se ajudam 

As pessoas se deslocam e se ajudam, principalmente as pessoas idosas. A mobilidade é maravilhosa. Diante desse cenário, é comum vocêpresenciar situações que chamam a atenção, como uma senhora idosa cuidando de outra mais idosa doque ela. Uma velhinha arcada amparando outra bem mais fragilizada. As duas vão seguindo seu caminholentamente no meio da multidão apressada. Vão pedindo informações daqui e dali, levantando os olhos para tentar ler uma placa, seguindo a seta que indica a estação desejada. E vão, devagar, mas na direção certa. É um quadro que causa perplexidade! 

Não é raro você, na sua correria diária, quase tropeçar em senhorinhas arrastando mala pesada com mais duas ou três sacolas nos braços. O pior é que dificilmente alguém oferece ajuda.

Pelo menos aqui no Brasil, infelizmente, você quase nunca vê um jovem ou uma jovem protegendo e ajudando uma pessoa de idade avançada.

O fone de ouvido e o mundo a seu redor

Outra situação que não deixa a gente nem um pouco feliz é perceber que há muitos adolescentes e jovens ocupando assentos nos vagões, enquanto senhoras e pessoas com alguma necessidade viajam em pé e de modo bem desconfortável.

Muitos se sentam com seus ouvidos “tapados”pelo fone de ouvido do celular, abaixam a cabeça e se desligam do mundo a seu redor…

Não sei se o “abaixar a cabeça” é para não perceber pessoas mais velhas em pé. Só sei que causa indignação a gente observar tanto individualismo somado ao egoísmo de só pensar em si mesmo. Que pena!

Eu sonho com um mundo melhor, mais educado e solidário.

E os vendedores ambulantes

Esses fazem festa. Estão, de alguma forma, tentando ganhar seu pão de cada dia. Nem que seja em migalhas. 

Mesmo que a voz de algum tripulante ou a gravação do serviço de comunicação do Metrô ou do trem avisem, de tempo em tempo, que é proibida a venda no interior dos vagões e que isso é uma prática ilegal, bem como o ato de pedir e dar esmolas…, é como se nada fosse e eles continuam ali. Tem vez que formam uma sinfonia. De cá para lá e de lá para cá, nos vagões, eles anunciam seus produtos. Desde amendoim torrado, balinhas, chicletes a cabos,carregadores de celulares e eletrônicos portáteis…coisa de doido. Ou melhor, coisa de um país com mais de onze milhões de desempregados ou subempregados.

Há também os pedintes, na sua maioria jovens,que deixam bilhetinhos comoventes no colo dos passageiros…

Bem complicada a situação!

O transporte público de São Paulo é insuficiente 

Alguém dirá, e com toda a razão: “Ah! Mas o transporte público de São Paulo é insuficiente”. Dessa realidade ninguém discorda. É a mais pura verdade, todavia, o que existe é muito bom e precisa ser usado com responsabilidade e consciência. O cidadão é dono do seu transporte público e não a prefeitura ou o estado. Então, vamos cuidar do que é nosso e zelar por aquilo que nós mesmos pagamos às custas de grandes sacrifícios e nem sequer nos damos conta disso. 

Continuo a sonhar

Vou continuar escrevendo e conversando com as pessoas sobre esses e outros assuntos de nosso dia a dia. 

Quero continuar a sonhar com nosso lindo e rico Brasil mais limpo, mais organizado. Que a ordem e o progresso possam saltar de nossa bela bandeira verde e amarela e fazer parte do cotidiano de nossas vidas. 

Maurinéa Aparecida dos Santos

Brasileira / Mineira / Moradora do Grande ABC Paulista

Março de 2020

You may also read!

Nove ônibus zero, acessíveis, com ar-condicionado e wi-fi renovam frota do transporte público de São Caetano

São Caetano tem, em primeiro lugar, Tarifa Zero, transporte público gratuito, desde novembro de 2023. E agora, além disso, os

Read More...

Mais de 400 entidades de todo o Estado participam da Audiência Pública promovida pela Deputada Carla Morando e MACF

Mais de 400 entidades participaram da Audiência Pública para discutir o Programa Nota Fiscal Paulista, promovida pela deputada estadual

Read More...

Morando sanciona lei que torna obrigatória presença da GCM nas escolas municipais

Medida pioneira, criada pela Prefeitura de São Bernardo em abril de 2023, visa garantir a segurança na comunidade escolar

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu