Florestan Embeleza leva autoestima e saúde para a comunidade do Casa Grande

In ABCD On
Fotos: Mauro Pedroso/PMD

Durante o evento, realizado pela Fundação Florestan Fernandes, cerca de 300 pessoas tiveram acesso gratuito a diversos serviços de beleza e bem-estar

“Todo mundo, independentemente de quanto ganha, deveria ter a oportunidade de cuidar da aparência, da sua saúde e bem-estar”.

Essa é, por exemplo, a opinião de Rariellen Agda Silva de Oliveira, 23 anos, uma das alunas do curso de quick massage oferecida pela Fundação Florestan Fernandes, autarquia vinculada à Prefeitura de Diadema.

A aluna estava presente, acima de tudo, em mais uma edição do Embeleza Florestan, nesta terça-feira (25.07), na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, no bairro Casa Grande.

Durante o Embeleza, alunos dos cursos da área de beleza e bem-estar da Florestan, como Rariellen, oferecem, em primeiro lugar, diversos serviços à população gratuitamente.

Esta edição do evento contou com cerca de 300 pessoas, que puderam escolher serviços de manicure, maquiagem, depilação, designer de sobrancelha, tranças e quick massage.

Para Rariellen, o Embeleza acaba sendo uma ação social importante em comunidades carentes já que “se o nosso corpo não estiver bem, a gente não vai estar”. Depois de elogiar os professores e todos os funcionários da Florestan, a aluna, que pretende um dia ter sua própria sala de massagem, explicou por que escolheu realizar o curso. “Acho que levo jeito com as mãos, de estar mais próxima e cuidando das pessoas de uma forma mais manual, mais humana”, afirmou.

Comemoração

Maria Aparecida Leandro Assunção, 64 anos, foi uma das pessoas beneficiadas com a massagem de Reriellen durante o Embeleza. Moradora de São Bernardo, mas com parentes em Diadema, ela também aproveitou para fazer, gratuitamente, a unha, depilação e sobrancelha. “Faz tempo, faz muito tempo que fui em um salão de beleza. Se tivesse que pagar tudo que fiz aqui hoje seria no mínimo uns R$ 200”, comemora Maria Aparecida.

Ela elogiou a ação social realizada pela Florestan, que também é uma forma dos alunos da instituição exercitarem o que aprendem em sala de aula.

“Acho uma boa iniciativa, adorei, as alunas são competentes, carinhosas e educadas. Não tenho do que reclamar!”, disse.

Segundo ela, oferecer esse serviço em uma comunidade carente ajuda, da mesma forma, na autoestima das pessoas.

“Aqui tem gente de todas as idades, meninas e senhoras, e elas fizeram o pé, a mão, o cabelo e saíram com sorrisos largos”, afirmou, em conclusão.

You may also read!

Prefeitura atende cerca de 200 pessoas no mutirão de prótese odontológica em Diadema

Ação mobilizou, em primeiro lugar, equipe de 50 profissionais de três áreas: Centro de Especialidades Odontológicas, Quarteirão da Saúde

Read More...

Mais de 700 trabalhadores encaminhados para processos seletivos no 3º Feirão do Emprego de Mauá

Apenas uma indústria, no Sertãozinho, selecionou, acima de tudo, mais de 10 currículos de candidatos para entrevistas ao longo

Read More...

AME Mauá reduz pela metade taxa de absenteísmo

Ações de matriciamento e aproximação com a Regulação Municipal causaram queda de 25% para 13% no índice de faltas

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu