Fila para laqueadura começa a diminuir em Diadema

Em ABCD - No dia
Foto: Igor Andrade/PMD

Inicialmente, o Hospital Municipal realiza duas cirurgias diárias

Em maio, a Prefeitura de Diadema retomou as cirurgias de laqueadura .

Realizou, entre os dias 23 e 27, portanto, 10 procedimentos no Hospital Municipal de Diadema (HMD).

As intervenções haviam sido suspensas entre 2020 e abril de 2022, devido à pandemia, e voltaram a ser realizadas, reduzindo a fila de espera.

Até o momento, 1.110 mulheres aguardam a cirurgia e, dessas, cerca de 1.000 são solicitações represadas de agosto de 2016 a 2020.

“Em pouco mais de um ano, conseguimos iniciar a reestruturação da rede municipal, com atendimento humanizado e mais equipes de saúde”, afirma a secretária de saúde, Dra Rejane Calixto.

Ela fala ainda: “Assim, foi possível planejar o retorno de algumas cirurgias, entre elas, a laqueadura”.

E completa: “Inicialmente, serão realizadas duas cirurgias diárias, mas a intenção é aumentar esse número de acordo com a ampliação das equipes profissionais”. 

 Como funciona

O procedimento, considerado um método irreversível, permite, em primeiro lugar, evitar uma gravidez não planejada e tem eficiência de 99,6%.

No procedimento, as trompas da mulher são amarradas ou cortadas, evitando que o óvulo e os espermatozóides se encontrem.

Para se candidatar, a mulher deve participar do grupo de Planejamento Familiar na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima.

A UBS realiza a análise do caso com as regras da lei para a realização do procedimento.

Além disso, produz a documentação para que a paciente seja incluída no Sistema de Regulação (SISREG) que irá direcionar onde será realizada a cirurgia.

Segundo a médica especializada em Saúde da Família e apoiadora da Atenção Básica, Margareth Tangerino, a paciente faz a cirurgia e permanece 24 horas no hospital.

“A retirada dos pontos e o acompanhamento pós operatório é feito pela equipe da UBS de referência da paciente”, explica, em resumo.

Métodos contraceptivos

As 20 Unidades Básicas oferecem grupos de planejamento familiar e métodos contraceptivos, como dispositivo intrauterino (DIU), preservativos masculino e feminino, contraceptivo injetável, pílula anticoncepcional e pílula do dia seguinte.

Assim, é possível a mulher tomar decisões de forma mais consciente sobre a vivência de sua sexualidade, de forma segura e responsável e com conhecimento sobre seu corpo.

Para retirar as camisinhas não é preciso, portanto, passar em acolhimento ou consulta, já que os itens ficam disponíveis em dispensers na recepção das Unidades.

Para os demais métodos, o atendimento é de segunda a sexta, das 8h às 17h, e a agenda dos grupos de planejamento familiar pode, em conclusão, variar de UBS para UBS.

Você também pode ler!

Com foco na diversidade e inclusão, Programa de Estágio Braskem 2023 tem 165 vagas em São Paulo

Oportunidades oferecidas para São Paulo, Santo André, Mauá, Campinas, Cubatão e Paulínia priorizam a contratação de mulheres, pessoas negras

Read More...

Santo André realiza audiência pública do Plano de Mobilidade nesta quarta

Encontro acontecerá em ambiente virtual e vai discutir propostas sobre o tema para os próximos anos A construção do Plano

Read More...

Candidato a deputado federal, médico Dr. Ricardo Yoshio inicia campanha no Jd. Inamar, em Diadema

O doutor sela parceria com Carla Morando, que concorre à reeleição pelo Legislativo Estadual, ampliando visibilidade e fortalecendo sua

Read More...

Deixe uma resposta:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu