Diadema entrega reforma da Unidade de Vigilância de Zoonoses

In ABCD On
Fotos: Dino Santos e Mauro Pedroso/PMD

Estrutura do serviço de saúde humana foi ampliada e ganhou novos solários para cães e gatos, salas de quarentena, vacina e cuidados a animais com suspeita de zoonoses; última reforma no serviço foi há 18 anos

A partir desta terça-feira (02.07), a Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) de Diadema passa a funcionar, em primeiro lugar, em um prédio totalmente ampliado e revitalizado.

O serviço é vinculado à Coordenadoria de Vigilância à Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e responsável, acima de tudo, por ações voltadas à saúde humana, como prevenção e combate à dengue, raiva, leishmaniose, febre maculosa, esporotricose e outras doenças transmitidas por animais.

A coordenadora da UVZ, Nanci do Carmo, fez um discurso emocionado e apresentou, da mesma forma, as mudanças.

“Hoje, temos essa estrutura maravilhosa, segura e que garante o bem-estar de todos. Os gatos podem sair e tomar banho de sol agora. Não ficam mais em gaiolas, como ficavam antigamente. Os funcionários têm um lugar bonito para chamar de seu. Essa é uma casa de todos nós”, diz, em suma.

Aprimoramento

No canil antigo, por exemplo, os animais tinham apenas dois solários externos distantes das baias. Hoje cada baia coletiva tem seu próprio solário, com novos gradis, janelas e portas.

Já o gatil também passou, da mesma forma, por uma reforma geral e agora está totalmente isolado do canil, acabando com o estresse dos animais por conta dos latidos dos cães na configuração antiga, quando os dois setores ficavam acoplados.

A creche para os filhotes – tanto de cães quanto de gatos – foi, além disso, totalmente reformada, garantindo bem estar e isolamento de animais mais velhos ou doentes.

O prédio ainda ganhou novas salas, incluindo uma para quarentena, separada do espaço coletivo, para abrigar os pets recém-chegados agressivos ou suspeitos de doenças infectocontagiosas, impedindo que sejam transmitidas às pessoas ou outros animais.

Na área administrativa, foram feitas troca de telhado, manutenção, reorganização e ampliação de salas e pintura.

Prefeito chocado

O prefeito José de Filippi Júnior lembrou a situação encontrada no início da gestão em Diadema.

“Vim aqui e fiquei chocado com a situação do prédio. Quando o espaço físico está deteriorado, vocês sofrem e não conseguem trabalhar da maneira que devem trabalhar”, afirmou, em resumo, aos profissionais.

“Essa reforma ficou muito melhor que a outra que nós fizemos. E é isso que queremos, sempre melhorar! A política pública boa é aquela que muda a vida da cidade e das pessoas”, destacou, além disso, Filippi.

A última reforma na Unidade foi realizada há 18 anos, em 2006 e também na gestão de Filippi, quando foi construído o refeitório próximo à parte superior do prédio. Agora, a revitalização ocorreu tanto na parte administrativa como na parte voltada ao manejo dos animais.

Já o secretário da Saúde, José Antônio da Silva, destacou a importância dos profissionais no período de aumento dos casos de dengue (entre dezembro de 2023 a maio de 2024) que “demandou esforços de toda a equipe para atuar no combate à doença, tanto com visitas casa a casa, orientação, bloqueio de casos e nebulização”. Ele ainda ressaltou as ações realizadas ao longo dos últimos anos, como as melhorias em todas as Unidades Básicas de Saúde por meio da UBS Nota 10, entrega do PA Eldorado com farmácia aos finais de semana, farmacêutico em todas as UBSs, manutenção e reforma do Hospital Municipal, além das obras que estão em andamento.

Provisório

Durante as obras, parte da equipe de 25 profissionais foi transferida para uma sala administrativa no Quarteirão da Saúde.

As equipes do gatil e do canil permaneceram no prédio para cuidado dos animais e vacinação antirrábica.

“Foi um desafio muito grande. A equipe foi fabulosa de ter encarado com tanta resiliência esse período difícil que a gente passou. As equipes não pararam nem um minuto, o pessoal do canil e gatil ficou aqui junto com os animais”, agradeceu Nanci.

Para a agente administrativa Vera Lúcia Prado Medeiros, que está há 22 anos na Prefeitura, a espera valeu a pena.

“Nós chamamos aqui carinhosamente de “nossa fazendinha”. Foi difícil porque não queríamos sair daqui, mas precisamos para que fosse feita uma reforma desse tamanho. Ficou mais acolhedor. A gente trabalha melhor e, consequentemente, recebe melhor a população”, afirmou.

A supervisora do Controle a Dengue, Mariza Luciana Fidélis da Silva, compartilha desse sentimento. “Ficou lindo e muito funcional”, elogiou.

Ao todo, foram investidos R$ 1,5 milhões por meio de orçamento municipal e emendas parlamentares dos vereadores Edval da Farmácia e Jerry Bolsas e da ex-lider do governo no Congresso Nacional, Joice Hasselmann.

A cerimônia contou, além disso, com a presença da vice-prefeita, Patty Ferreira; de secretários da municipalidade, vereadores, protetoras de animais e convidados.

UVZ

A Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) possui, além disso, característica de serviço de saúde humana e não de canil ou hospital veterinário.

Por isso, não está entre seus serviços, por exemplo, a captura e nem o recebimento de animais abandonados ou que os tutores não desejam mais.

O abandono de animais, em conclusão, é crime de acordo com o 32º artigo da Lei Federal 9.605/98, com pena de detenção de três meses a um ano e multa.

 

You may also read!

Mauá: estrutura e tecnologia para tratar esgoto promovem saúde e preservam os córregos e o rio Tamanduateí

Os moradores de Mauá, em ações simples do seu dia a dia, como lavar as mãos e louças, tomar

Read More...

Santo André interdita trechos das ruas Siqueira Campos e General Glicério nesta segunda-feira (15.7)

Departamento de Engenharia de Tráfego vai destacar agentes de trânsito para orientar os motoristas na região central As ruas Siqueira

Read More...

Hospital Estadual Mário Covas revitaliza o “Covinhas”, espaço de convivência para colaboradores

Carinhosamente chamado de “Covinhas”, espaço conta com novos equipamentos e mobiliário em ambiente reformado e acolhedor O Hospital Estadual Mário

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu