Champanhe de Itobi

In Canto do Joca On
- Updated

Foto: Joaquim Alessi

Podem muitos franceses apelar para a tal da AOC (Appellation d’Origine Contrôlée), mas a verdade está na taça: no dia dos 50 anos do TRI no México, erguemos outra delas para constatar que o Brasil também faz champagne (ou champanhe como dizemos por aqui), ou mais propriamente São Paulo, e mais especificamente a pequena Itobi, na região de São José do Rio Pardo, Serra da Mantiqueira.

Esse Sur Lie 100% Sauvignon Blanc, método tradicional, da Casa Verrone, é um dos melhores “champanges” do mundo, sem medo de errar. Duvida? Prove, e tire a prova.

Estruturado, bruto, turvo, com presença de leveduras, sem passar pelo tradicional dégorgement, sem licor de expedição, permanece por 12 meses em cave. A tampa é de alumínio, tipo as de cerveja, o que exige certo cuidado ao abrir. Depois de aberto, porém, tem um perlage maravilhoso, e o sabor… ah, só experimentando para saber.

You may also read!

Parque do Guapituba ganha melhorias da Prefeitura de Mauá

Número de frequentadores triplicou, acima de tudo, após o início das intervenções realizadas pela administração municipal O Parque Ecológico do

Read More...

Fies: estudantes podem se candidatar a vagas remanescentes a partir de 27 de junho

Inscrições vão até 1º de julho. Processo oferta vagas que restaram da seleção do primeiro semestre nas instituições privadas;

Read More...

Ministro Wellington Dias debate assistência social em São Bernardo com Luiz Fernando

Encontros servem, em primeiro lugar, para preparação do programa de governo da pré-candidatura de Luiz Fernando ao Paço O pré-candidato

Read More...

Leave a reply:

Your email address will not be published.

Mobile Sliding Menu